Notícias

MUCAJAÍ E RORAINÓPOLIS - Fóruns são entregues reformados e ampliados para a população

Novos ambientes foram criados e estruturas readaptadas para oferecer acessibilidade a todos


Fotos: Antonio Diniz
Durante as solenidades de entrega, o presidente do TJRR, desembargador Mozarildo Cavalcanti, anunciou a entrega, ainda neste ano, do Fórum de Pacaraima e do prédio do Cives



As populações de Mucajaí e Rorainópolis podem contar a partir de agora com uma infraestrutura renovada do Judiciário de Roraima. Foram entregues na manhã desta quarta-feira, dia 11, as obras de reforma e ampliação dos respectivos fóruns.


O presidente do Poder Judiciário de Roraima, desembargador Mozarildo Cavalcanti, destacou que, assim que assumiu a gestão, fez questão de percorrer todas as comarcas para entregar reforços de segurança e na oportunidade pode verificar as necessidades que vêm sendo resolvidas com ações como essas obras que foram finalizadas.


“A gestão pública eficiente não é compatível com a paralisação de obras e programas a cada mudança de administração Estas duas obras foram licitadas na gestão da desembargadora Elaine Bianchi e procuramos dar continuidade com toda a celeridade possível. Agora estamos construindo o Fórum de Pacaraima e o anexo do projeto Cives [Centro de Cidadania para Imigrantes e Indígenas], que deverão ser entregues até o final deste ano de 2020”, anunciou.


O secretário de Infraestrutura e Logística, Reubens Mariz informou que as duas obras duraram cerca de 13 meses e englobaram a reforma, readaptação e construção de novos espaços como gabinetes de magistrados, salas de testemunhas separadas de réus, salas de audiências, auditório do Tribunal de Júri, celas, entre outros, para a ampliação que os prédios vinham demandando, além do reforço na parte de segurança. “Além do trabalho de reforma e ampliação, ambos os fóruns passaram por ações de readaptação voltadas oportunizar condições de acessibilidade para todos”, comentou.

O juiz da Comarca de Rorainópolis, Nildo Inácio, destacou que a finalização dessa obra representa um aumento da qualidade de vida de servidores e magistrados que atuam no local, e com isso, um aumento da qualidade também da prestação jurisdicional à população. “Acredito que esse é um momento histórico para o Estado e para a população de Rorainópolis, que, com certeza, é sempre o objetivo principal das ações do Tribunal de Justiça”, observou.