Notícias

EDUCAÇÃO E OPORTUNIDADE - Mais de noventa reeducandos fazem provas do Enem

A aplicação está ocorrendo na escola estruturada dentro da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo

 

Fotos: Divulgação

Enem aplicado para para os reeducandos.

As provas são aplicadas na unidade de ensino localizada dentro da Penitenciária

 

 

Reeducandos da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (Pamc) participam nos dias 23 e 24 de fevereiro, do Enem PPL (Exame Nacional do Ensino Médio para adultos privados de liberdade e jovens sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade). Ao todo, 99 detentos devem realizar a prova, que será aplicada na Escola localizada dentro do presídio.

 

A coordenação e apoio da unidade de ensino é de responsabilidade da Vara de Execução Penal do Tribunal de Justiça de Roraima. Hoje, segundo a juíza titular da Vara, Joana Sarmento, a Escola foi revitalizada e tem matriculados aproximadamente 100 reeducandos.

 

Escola na Penitnciária Agrícola de Monte Cristo.

 

“As cadeiras escolares foram disponibilizadas pela SEED [Secretaria de Estado da Educação], a revitalização geral tem sido feita por meio de doações e recursos de aplicação de multas por litigância de má-fé [conduta intencional com maldade, para interferir no andamento de um processo]”, explicou a magistrada.

 

Enem PPL - É uma prova aplicada desde 2010 pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) em parceria com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio do Depen (Departamento Penitenciário Nacional). Assim como o Enem regular, avalia o desempenho do estudante que concluiu o ensino médio e, a partir de critérios utilizados pelo MEC (Ministério da Educação), permite o acesso ao ensino superior por meio de programas como Sisu (Sistema de Seleção Unificada), Prouni (Programa Universidade para Todos) e Fies (Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior).