Notícias

TECNOLOGIA - Secretaria Remota do TJRR aumenta produtividade em Comarcas do Interior


A nova unidade do Judiciário atua na tramitação de processos eletrônicos das comarcas de Rorainópolis, São Luiz e Pacaraima

Foto: Nucri

Prédio da sede administrativa do Poder Judiciário de Roraima.

Secretaria Judicial Remota do Interior começou a funcionar no início de março deste ano, na Sede Administrativa do TJRR, no edifício Luiz Rosalvo Indrusiak Fin


Inaugurada há pouco mais de um mês, a SJRI (Secretaria Judicial Remota do Interior), do TJRR (Tribunal de Justiça de Roraima), já apresenta os resultados da implantação. Conforme relatório divulgado esta semana, com o aumento do número de processos finalizados e redução de processos paralisados, foi registrado um aumento na produtividade das Comarcas atendidas pela secretaria.

A SJRI é uma unidade instalada em Boa Vista que cuida da tramitação de processos eletrônicos das comarcas de Rorainópolis, São Luiz e Pacaraima. O objetivo da iniciativa da Presidência do TJRR é, por meio da unificação dos fluxos de trabalho, assegurar maior celeridade e qualidade na tramitação de processos.

O levantamento elaborado sobre o trabalho da unidade indica que, desde o início das atividades da SJRI, o acervo das comarcas atendidas sofreu uma redução de 8%. Já em relação aos processos paralisados, os resultados foram ainda mais positivos, com 40% de redução. E analisando os dois percentuais, o levantamento mostrou que o aumento de produtividade no interior foi 41% em relação ao mesmo período do ano passado.

Desde a implantação da SJRI, os recursos humanos destinados ao atendimento das comarcas do interior foram otimizados e a realização de tarefas de todos os cartórios judiciais, como expedição, publicação, registros e outras atividades, com exceção daquelas que exijam atendimento pessoal, foi concentrada.

Segundo o presidente do TJRR, desembargador Mozarildo Cavalcanti, um dos objetivos da implantação da secretaria é a uniformização dos procedimentos e fluxos de trabalho. “É necessário assegurar a excelência da prestação jurisdicional tanto na Capital como no Interior do estado. Com os avanços tecnológicos do tribunal, é possível que servidores lotados em Boa Vista realizem o trabalho de secretaria das demais comarcas, o que permite reduzir custos e aumentar a produtividade”, declarou.

O juiz auxiliar da Presidência, Aluizio Vieira, responsável por coordenar os trabalhos na secretaria, destacou que além de todo suporte estrutural que a secretaria oferece às comarcas, a dedicação da equipe formada para atuar com o apoio ao Interior tem sido uma das principais razões para o alcance dos resultados obtidos.

“Estamos conseguindo atuar dentro do que o presidente, desembargador Mozarildo Cavalcanti, propôs, estabelecendo fluxos de trabalhos padronizados no setor; e, com isso, desenvolvendo todas as atividades de suporte ao Interior, mesmo nesse período em que o teletrabalho é a alternativa para a prestação jurisdicional no Estado. A equipe não tem parado, e toda a estrutura tecnológica que o TJRR oferece aos servidores contribui para isso”, declarou.

Atuando em uma das Comarcas atendidas, a do Município de Pacaraima, o juiz Marcelo Batistela avalia que a SJRI é uma inovação positiva de aperfeiçoamento, eficácia, dinamização e celeridade da prestação jurisdicional, contribuindo com a maior rapidez na tramitação e gestão processual, o que vem ao encontro dos interesses de magistrados, servidores e, em especial, dos jurisdicionados.
“É uma excelente ideia, um considerável desafio e um grande passo para a modernização e a funcionalidade dos serviços prestados pelo Poder Judiciário roraimense”, declarou.