.

Ir para o Conteúdo  | Ir para o Menu  | Ir para o rodapé  | Ir para a Busca             Acessibilidade   | Intranet  |  SIC  |  Canal de Denúncia  | Ouvidoria   Botão do Instagram do Tribunal de Justiça de Roraima   Botão de acesso a rede social Facebook do TJRR   Botão de acesso ao canal de Youtube do TJRR   Botão  da Rede Social Twitter do TJRR

Selos Prêmios TJRR       

Crianças e adolescentes que vivem nos arredores da Rodoviária são ouvidas por agentes da Divisão de Proteção do TJRR

 

Os atendimentos já passam de 200, e ao final da ação, se for identificada a necessidade, ações de medidas protetivas serão iniciadas


Fotos: Oiran Braga

Por dia, agentes de Proteção do Judiciário Estadual escutam mais de 50 crianças e adolescentes

 

Com a proposta de garantir os direitos e a segurança de crianças e adolescentes que vivem em situação de risco nas ruas de Boa Vista, a Divisão de Proteção da Vara da Infância e da Juventude do TJRR (Tribunal de Justiça de Roraima) vem realizando durante toda esta semana ações de abordagens e orientações nos arredores da Rodoviária Internacional de Boa Vista, José Amador de Oliveira, localizada no bairro Treze de Setembro.


Os atendimentos estão sendo realizados com crianças e adolescentes imigrantes, e somente nesta quinta-feira, dia 30, mais de 40 crianças foram abordadas. De segunda-feira, dia 27, quando iniciou, até esta quinta, foram mais de 200 atendimentos e a meta é chegar a 255. Em média, por dia, conforme informações da Divisão de Proteção, mais de 50 meninos e meninas são ouvidos pelos agentes de Proteção. O trabalho segue até esta sexta-feira, dia 31.


Conforme a chefe da Divisão de Proteção da Vara da Infância e da Juventude, Lorrane Costa, inicialmente o trabalho consiste em entrevistas, visando avaliar a situação e, se necessário, entrar com ação de medida protetiva para acompanhamento judicial de cada uma dessas crianças e adolescentes que estão residindo de maneira improvisada no local.


“Com essa ação, crianças e adolescentes passam a ser acompanhados, garantindo que direitos violados, decorrentes da própria migração, tais como: falta de documentação civil, regularização de guarda, entre outros, sejam sanados, por meio de encaminhamentos. Além disso, realizamos também o trabalho de orientação e conscientização sobre a não utilização de crianças para a mendicância ou para o trabalho infantil”, informou.

 

 

A técnica judiciária, Marta Santos, que fez parte da ação na tarde desta quinta-feira, destacou que a principal meta deste trabalho é garantir a segurança dessas crianças e adolescentes. “Estamos verificando se elas estão em situações de risco, desacompanhadas, se precisam ser encaminhadas para abrigos ou em outras ações sociais, como a inclusão em unidades escolares ou até atendimentos médicos”, explicou.
 
No Brasil há quatro dias, a venezuelana Carmen Hernandez, de 29 anos, é mãe de três filhos, e para ela a ação do Poder Judiciário está sendo fundamental para que junto com os filhos ela possa receber orientações sobre como buscar ajuda quando o assunto é abrigamento, saúde e educação. 
 
“Quando estávamos vindo não tínhamos ideia de onde a gente ia ficar. Ainda bem que tem esse abrigo provisório [Posto de Triagem da Operação Acolhida, localizado dentro do terreno da Rodoviária], para que possamos passar a noite com um pouco de dignidade. Temos crianças, e é bom saber que a Justiça se preocupa com os pequenos. Nos perguntaram várias coisas importantes sobre escola, vacinas, documentação. Precisamos providenciar para permanecer bem perante as leis brasileiras”, afirmou.
Ícone WhastsApp Ícone Instagram TJRR Ícone Twitter TJRR Ícone Facebook TJRR Ícone Linkedin TJRR Ícone Spotify TJRR Ícone TikTok TJRR Ícone Youtube TJRR

Palácio da Justiça - Desembargador Robério Nunes dos Anjos

Endereço: Praça do Centro Cívico, 296 - Centro - 69.301-380

Telefones:

3198-2800 - Palácio da Justiça
3198-4700 - Fórum Cível
3194-2699 - Fórum Criminal
3198-4900 - Prédio Administrativo
3621-5100 - Vara da Infância e Juventude

Logomarca do Tribunal de Justiça de Roraima

PLANTÕES DE ATENDIMENTO - SÁBADO, DOMINGOS E FERIADOS

Plantão Judicial 1ª Instância: ☎ (95) 98404 3085
Plantão Judicial 2ª Instância: ☎ (95) 98404 3123
Núcleo de Plantão Judicial e Audiência de Custódia: ☎ (95) 98404 3085
Plantão Vara da Justiça Itinerante: ☎ (95) 98404 3086

.
Acessibilidade Visual
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte