Slide item 1
Slide item 2
Slide item 3
Entidades e instituições beneficiadas com recursos de penas pecuniárias aplicadas pela Justiça Estadual apresentaram o que vêm realizando com os recursos recebidos
 
 
Fotos: Orib Ziedson 
Feira de exposição dos projetos sociais apoiados pela Vepema.
 
 
Ao todo, 50 estandes foram montados para exposição de projetos apoiados pela Vepema
 
 
Um final de semana de apresentação dos diversos projetos sociais e como beneficiam a sociedade. A 1a Feira de Resultados de Projetos Sociais, promovida pela Vepema (Vara de Execução de Penas e Medidas Alternativas) do TJRR (Tribunal de Justiça de Roraima), foi realizada neste último sábado na praça Velia Coutinho. 
 
Ao todo, foram 50 estandes montados para os parceiros do Poder Judiciário apresentarem os produtos e serviços desenvolvidos com recursos das penas de prestação pecuniária da justiça estadual, como alimentos e artesanato, além de trabalhos de orientações, entre outros. O evento também contou com apresentações culturais e musicais. 
 
O titular da Vepema, juiz Alexandre Magno Magalhães, explica que a feira é uma maneira prática de dar transparência aos projetos que recebem apoio da Vara de Execução de Penas e Medidas Alternativas. 
 
“Estamos colhendo os frutos de um trabalho feito com dedicação. A reunião dos parceiros nesta exposição é fundamental para a sociedade saber e entender como o nosso trabalho funciona e como ele transforma a vida das pessoas”, destacou.
 
Para o juiz auxiliar da Presidência do TJRR, Aluizio Vieira, que participou da abertura do evento, o trabalho desenvolvido pela Vepema precisa ser ainda mais fortalecido. “Essa atividade realizada extrajudicialmente vai continuar e ainda será fomentada, pois é notória a importância que ela tem para toda sociedade”, reforçou o juiz auxiliar da presidência. 
 
Uma das instituições parceiras e participantes da Feira é a Fazenda da Esperança, que trabalha na recuperação de dependentes químicos, com estrutura montada no município de Iracema, interior de Roraima. Um dos coordenadores da entidade, Flávio de Jesus Morais, observou que sem o apoio do TJRR o trabalho seria mais difícil. 
 
“O apoio é fundamental. Nos ajuda a ampliar o nosso atendimento, acolhendo as famílias aqui fora e atendendo a jovens que querem ingressar na Fazenda. Já conseguimos montar uma sala no nosso escritório para atendimento psicológico para as famílias, além de proporcionar acompanhamento após a saída do jovem, para que ele encontre apoio aqui fora também”, relatou. 
 
Apresentações culturais.
 
Participaram da feira o 2º Batalhão da Polícia Militar do Estado de Roraima, Associação Beneficente Agapão, Associação de Bem com a Vida, Associação Grupo de Mães Anjos de Luz, Associação América Champion Boxing, Associação de Deficientes Visuais de Roraima, Centro Sócio Educativo  Homero de Souza Cruz Filho, Centro de Atenção Psicossocial de Álcool e Drogas, Centro de Atividades e Desenvolvimento de Altas Habilidades/Superdotação, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Centro Estadual de Estimulação Precoce, Centro de Atendimento Especializado, Canil da Polícia Militar de Roraima.
 
Integraram a exposição, ainda, a Companhia Independente de Policiamento Ambiental, Companhia Independente de Policiamento de Trânsito Urbano e Rodoviário,  Conselho Estadual Antidrogas,  Coordenadoria de Polícia Comunitária e Direitos Humanos da Polícia Militar, Colégio Estadual Militarizado Professora Maria Nilce Brandão, Colégio Estadual Militarizado Pedro Elias Albuquerque Pereira, Delegacia de Repressão a Entorpecentes, Escola Estadual Professora Diva Alves de Lima, Escola Estadual professora  Francisca Elzika Souza Coêlho, Escola Estadual Professor  Antônio Carlos da Silva Natalino, Escola Estadual São Vicente de Paula, Escola Municipal Antônia Fernandes Cutrim, Escola Municipal Martinha Thury Vieira, Instituto Tenda da Benção, Igreja São Paulo Apóstolo, Lar Fabiano de Cristo,  Unidade Casa de Timóteo, Liga Roraimense de Combate ao Câncer, Nação Caimbé, Obra Social Nossa Senhora da Glória, Fazenda da Esperança Nossa Senhora de Guadalupe, Procuradoria Especial da Mulher, Prefeitura Municipal de Cantá, Secretaria Municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer. Rede Melhor Idade, Rede Atenção Especial, Serviço de Assistência Social da Polícia Militar, Universidade Federal de Roraima, Unidade Básica de Saúde Olenka, Unidade de Saúde Arminda, Unidade de Saúde Asa Branca e Unidade de Saúde  Aygara Motta. 
 
 
Como fazer parte da rede e participar das seleções para os projetos? 
 
Anualmente, a Vepema lança um edital para selecionar projetos sociais voltados para as áreas de educação, saúde, segurança pública, trânsito, meio ambiente, além de outras áreas relacionadas ao desenvolvimento social e, também, às ações que incentivam o processo de reinserção da pessoa cumpridora de pena na sociedade.
 
A previsão para o lançamento do próximo edital é para junho de 2020. Para participar, as instituições precisam obedecer alguns critérios. O primeiro passo é ser devidamente cadastrada na Vepema e compor a rede social, antes da publicação do edital.
 
Para outros detalhes sobre os critérios e documentação necessária, os interessados podem entrar em contato com a equipe da Vepema por meio dos telefones: 3194- 2655 e 3194 – 2657 ou procurar o gabinete da Vara, localizado no Fórum Criminal Ministro Evandro Lins e Silva, na avenida Cabo PM José Tabira de Alencar Macedo, número 602, no bairro Caranã.