Slide item 1
Slide item 2
Slide item 3

 

Estudantes de direito da Universidade Federal de Roraima estiveram durante o dia de ontem (19), conhecendo a estrutura e funcionamento do Fórum Criminal Ministro Evandro Lins e Silva, no bairro Caranã. Pela manhã, 22 estudantes foram recebidos pelo juiz titular da Vara de Execuções de Penas e Medidas Alternativas – VEPEMA, Alexandre Magno Magalhães Vieira.

No período da tarde, outra turma composta por 22 alunos foi recebida pelo juiz titular da 1ª Vara Criminal de Competência Residual, Jésus Rodrigues do Nascimento. Em seguida, o juiz da 2ª Vara do Júri Popular e Justiça Militar, Jaime Plá Pujades Ávila, acompanhou os acadêmicos na visita ao Fórum.

Os visitantes tiveram a oportunidade de conhecer o funcionamento dos Cartórios, das Varas e dos Juizados Criminais, inclusive assistindo à sessão de Júri Popular. Conheceram a Sala de Audiência de Custódia e a Sala de Depoimento Especial, e ainda, gabinetes de magistrados, onde puderam acompanhar um pouco a rotina do juiz.

De acordo com o presidente do Centro Acadêmico, Rafael Nunes, o objetivo da visita técnica foi possibilitar que os estudantes conheçam um pouco o funcionamento da Justiça na prática. “Não dá para estudar ou aprender o Direito sem conhecer o que ocorre na prática. A gênese do Direito é organizar a vida em sociedade. É estar em sintonia com a realidade social; e não dá para aprender isso somente na sala de aula”, afirmou.

O juiz da VEPEMA, Alexandre Magno, informou que os alunos podem assistir às sessões do Júri, uma vez que são abertas ao público. “Há a possibilidade também, para quem tiver interesse, de se inscrever como jurado voluntário: uma campanha do Tribunal de Justiça que permite àqueles que atendam aos requisitos de participarem das sessões do júri na função de jurado. Todas essas experiências podem contribuir para a formação acadêmica dos estudantes”, concluiu.

      

      

      

      

 

Boa Vista, 20 de maio de 2016.
ASCOM/TJRR