Notícias

TECNOLOGIA - Nova juíza do TJRR toma posse por videoconferência

 

 

A solenidade foi transmitida ao vivo pelo canal do Poder Judiciário no YouTube

 

Foto: Orib Ziedson

A imagem da tela de videoconferência, aparecem o presidente do TJRR, Mozarildo Cavalcanti, o juiz Marcelo Oliveira, a juiza empossada, Rafaelly da Silva Lampert e a diretora geral do Poder Judiciário, Tainah Westin, durante o cerimônia de posse realizada ao vivo pelo Youtube.

A solenidade foi viabilizada por meio de tecnologia própria do TJRR para realização de videoconferências

 

Em uma solenidade realizada por meio de videoconferência e transmitida ao vivo pelo canal do Poder Judiciário de Roraima no Youtube, tomou posse na manhã desta terça-feira, dia 31 de março, a nova magistrada do TJRR (Tribunal de Justiça de Roraima), Rafaelly da Silva Lampert. Como juíza substituta, ela atuará nas comarcas do interior do Estado.

É a primeira vez que um evento deste tipo é realizado virtualmente pela Justiça Estadual, que está adotando medidas de prevenção ao Coronavírus (Covid-19). Para isso, foram utilizadas salas de videoconferência, já disponibilizadas em todas as unidades judiciais e administrativas do tribunal.
O presidente do Poder Judiciário de Roraima, desembargador Mozarildo Cavalcanti, ressaltou que este é um momento de inovação, pois o TJRR é um dos primeiros tribunais do país a realizar atos de posse de maneira totalmente digital.

Presidente do TJRR, desembargador Mozarildo Cavalcanti, em videocoferência que deu posse a nova juiza substituta da justiça de Roraima.

“Temos buscado ser criativos diante das adversidades, de forma a atender com eficiência a todos aqueles que buscam os serviços do Judiciário de Roraima. A tecnologia própria do tribunal nos permite realizar audiências a distância, o que não apenas agiliza os processos, como se revela essencial neste momento de pandemia”, destacou o presidente, declarando ainda que, mesmo com grandes desafios, tem certeza de que a nova magistrada vai engrandecer o Poder Judiciário de Roraima.

 

A nova juíza foi servidora do TJRR, aprovada como magistrada no concurso de 2015, mas vinha atuando até então como juíza no estado do Amazonas. Para ela, retornar para exercer a magistratura em Roraima, onde nasceu, é um sonho.

Magistrada empossada, Rafaelly Lampert, no momento da trasmissão ao vivo da cerimonia de posse por videocofência.

“Hoje se torna realidade. O Tribunal de Justiça de Roraima é referência nacional, não só pelo cumprimento das metas impostas pelo Conselho Nacional de Justiça, mas por estar atento às inovações, sendo vanguardista na utilização de ferramentas tecnológicas, como o processo virtual, a videoconferência, a inteligência artificial, entre outros. Também pela busca da excelência na prestação jurisdicional, com o programa Qualijus”, comentou a magistrada ao declarar estar preparada para voltar a trabalhar no Estado.

 

CURRÍCULO - Natural de Roraima, a juíza Rafaelly Lampert se formou em Direito no Uniceub (Centro Universitário de Brasília); exerceu o cargo efetivo de analista processual, no TJRR, com atuação na Comarca de Caracaraí, no ano de 2014; e recentemente atuava como juíza de carreira do Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas, com desempenho das funções na Comarca de Boca do Acre, interior do Estado, desde maio de 2018.