Ícone que leva para o Fale Conosco Ícone que leva para informações de Telefones Ícone que leva para Ouvidoria Ícone que leva para endereços, telefones e e-mails das Comarcas Ícone que leva para o Portal Transparência

 

Justiça suspende aumento no subsídio do primeiro escalão do município de Boa Vista

 

 

 

O Juiz Aluízio Ferreira Vieira, respondendo pela 2ª Vara da Fazenda Pública, concedeu o pedido liminar para suspender os efeitos da Lei Municipal nº 1.757, de 20 de dezembro de 2016, que aumentou o subsídio dos membros do primeiro escalão do Poder Executivo Municipal. Desta forma, determinou a suspensão do pagamento dos referidos subsídios até o julgamento da ação.

 

Com esta decisão, a prefeita,  o vice-prefeito, secretários municipais e dirigentes das entidades da Administração indireta do município de Boa Vista continuarão a perceber os valores pagos anteriormente até a sentença de mérito.

O feito trata-se de ação popular promovida pelo cidadão  José Nilton Pereira da Silva contra o município de Boa Vista, em que se pretende, no mérito, a nulidade da Lei Municipal acima citada. De acordo com o autor da ação, o aumento dos subsídios é incompatível com a atual situação financeira do município, e causará um impacto de R$ 1.371.597,33 aos cofres públicos de Boa Vista.O magistrado tomou por base o  art. 21, parágrafo único, da Lei de Responsabilidade Fiscal, que proíbe o aumento de despesas com pessoal nos últimos 180 dias do mandato do Prefeito.

 

Ref. Proc. nº0800019-34.2017.8.23.0010

 

Boa Vista, RR 24 de janeiro de 2017

Núcleo de Relações Institucionais do TJRR - NURI
Escritório de Comunicação Social