Ícone que leva para o Fale Conosco Ícone que leva para informações de Telefones Ícone que leva para Ouvidoria Ícone que leva para endereços, telefones e e-mails das Comarcas Ícone que leva para o Portal Transparência

 

Secretário de TI participa do 12º Congresso de Inovação do Poder Judiciário

 

O secretário de tecnologia da informação do Tribunal de Justiça de Roraima, Tiago Lobo, participou nos dias 27 e 28 de setembro em Brasília, do 12º Congresso de Inovação do Poder Judiciário. O Conip Judiciário & Controle 2017 teve por objetivo, contribuir para a conscientização da necessidade da transformação digital e consequentemente auxiliar no uso das melhores ferramentas para que isso aconteça.

O evento teve uma programação extensa com debates, estudos de caso, tutorias, palestras técnicas e demonstrações, além da apresentação de boas práticas de alguns Tribunais. Conforme Tiago o evento permitiu um amplo debate sobre a questão da inovação, governança e novas tecnologias aplicadas na área judicial.

“A gente identifica uma tendência grande com a questão do processo eletrônico 100% digital, do desafogamento do cartório e o congestionamento do gabinete em toda a unidade judicial. O processo eletrônico automatiza muitas vezes o cartório, fazendo com que o juiz fique atarefado e com muitos processos. Então, tem se pensado na ideia de buscar soluções congnitivas com a utilização de ferramentas com inteligência artificial aplicadas ao processo. Seria como um assessor digital” afirmou explicando que várias outras tecnologias têm sido cogitadas e até implantadas em outros tribunais como por exemplo, o taxi gov que é uma ferramenta semelhante ao “uber” só que voltada pra órgãos públicos.

Entre vários temas discutidos destacam-se: a tecnologia auxiliando a agilizar a atividade fim dos Tribunais Brasileiros; identificação dos principais desafios, limitações e barreiras enfrentados pelo Judiciário e pelos órgãos de controle no seu Processo de Transformação Digital; a inteligência artificial e o direito: como a computação cognitiva impactará nas atividades dos profissionais do direito; aplicação de computação cognitiva para extração de decisão de processos criminais entre outras.

Conforme o secretário, o Tribunal de Justiça iniciou o processo de unificação dos cartórios e vem  amadurecendo a ideia para implantar  ferramentas que possam contribuir para a automatização do trabalho. “A tendência é que o discurso dos Tribunais seja nesse sentido buscando a otimização do trabalho. Para isso, precisamos investir em infraestrutura. Os sistemas  aumentam e com isso, precisamos também aumentar uso de dados, internet, data center, enfim, temos inicitaivas inovadores mas ainda precisamos de uma política de inovação” concluiu.

Boa Vista, 10 de outubro de 2017.


Núcleo de Comunicação e Relações Institucionais – Nucri
Escritório de Comunicação