Ícone que leva para o Fale Conosco Ícone que leva para informações de Telefones Ícone que leva para Ouvidoria Ícone que leva para endereços, telefones e e-mails das Comarcas Ícone que leva para o Portal Transparência

 

TJRR inaugura 2º Juizado de Violência Doméstica e implanta Secretarias Unificadas

 
Na manhã desta terça-feira, o Tribunal de Justiça de Roraima inaugurou o 2º Juizado de Violência Doméstica, no Fórum Criminal Ministro Evandro Lins e Silva, no bairro Caranã. Na oportunidade foram implantadas as Secretarias Unificadas das 1ª, 2ª e 3ª Varas Criminais e dos 1º e 2º Juizados de Violência Doméstica da Comarca de Boa Vista.
 
A juíza Maria Aparecida Cury juíza responsável pelo 1º Juizado, no âmbito do Tribunal de Justiça do Estado de Roraima, enfatizou a importância da implantação de mais um juizado. “Para quem trabalha no juizado de violência doméstica, como eu há mais de quatro anos, é muito gratificante saber que o nosso Tribunal teve a visão de implantar mais um para atender essa demanda. A violência contra a mulher é um problema não das mulheres, mas de toda a sociedade. É um problema que devemos enfrentar não apenas trabalhando com o processo em si, porque aplicar a lei não muda um problema social” disse.
 
Maria Aparecida destacou que 1º Juizado realiza audiências durante todos os dias da semana, e ainda assim, só há espaço na pauta a partir do mês de julho de 2017. “Em resumo, a mulher vítima de violência doméstica somente é oitivada judicialmente cerca de 7 meses depois da agressão. É latente o excesso de demandas que o Poder Judiciário Roraimense tem de se debruçar diariamente” afirmou.
 
Na oportunidade foram implantadas as Secretarias Unificadas que atenderão as serventias cumprindo as determinações judiciais dos processos urgentes e dos físicos remanescentes, bem como, exercerão os serviços cartorários em geral, incluindo atendimento ao público externo, além
da Secretaria de Processamento Judicial Eletrônico das 1ª, 2ª e 3ª Varas Criminais e dos 1º e 2º Juizados de Violência Doméstica da Comarca de Boa Vista. Esta nova estrutura organizacional terá a função de efetivar os expedientes das cinco varas criminais dando vazão ao serviço em tempo menor do que o habitual e com a qualidade e a eficiência que se espera do Poder Judiciário.
 
Boa Vista, 30 de maio de 2017.
 
Núcleo de Relações Institucionais – NURI
Escritório de Comunicação