Ícone que leva para o Fale Conosco Ícone que leva para informações de Telefones Ícone que leva para Ouvidoria Ícone que leva para endereços, telefones e e-mails das Comarcas Ícone que leva para o Portal Transparência

 

Oficiais de Justiça recebem tablet's para agilizar cumprimentos de mandados

 
Os oficiais de Justiça que atuam no cumprimento de mandados judiciais receberam na semana passada tablet's com sistema de gerenciamento e cumprimento de mandados. A entrega dos equipamentos foi feita pelo desembargador Almiro Padilha no dia 9 de fevereiro, quando ele ainda estava na presidência do TJRR. O Projeto tem por objetivo reduzir as impressões dos mandados e dar agilidade na comprovação de cumprimento. Os tablet’s são equipados com tecnologia 4G e Wi-Fi, possibilitando a alimentação do sistema Projudi, não havendo necessidade de retorno até a Central de Mandados.
 
O sistema possibilitará, ainda, mais eficácia na comprovação do cumprimento dos mandados, uma vez que permitirá registrar fotos do local ou pessoas envolvidas nos mandados cumpridos, bem como registro de assinaturas digitalizadas, além de melhor gerenciamento da distribuição, pois com o sistema será possível planejamento de rotas com mais eficiência, visto sua integração com sistema de GPS.
 
Os Oficiais de Justiça contam com a central de Mandados, que antes da entrega dos tablet's imprimia a documentação dos processos, além de fazer a distribuição de forma manual, fazendo com que os oficiais tivessem que ir pessoalmente até a Central para que então pudessem sair para cumprir os mandados. 
 
De acordo com o desembargador Almiro Padilha, a metodologia de cumprimento de mandados era lenta, onerosa e incoerente. “Atualmente, mais de 65% dos processos do TJRR são digitais, e mais de 90% dos mandados são provenientes do sistema Projudi. Esse projeto irá automatizar procedimentos de emissão, cumprimento, recepção e gerenciamento de mandados judiciais para agilizar os trabalhos dos oficiais de justiça, inclusive atendendo às necessidades apontadas pela Corregedoria-Geral do TJRR”, disse.
 
Boa Vista, 17 de fevereiro de 2017.
 
Núcleo de Relações Institucionais – NURI
Escritório de Comunicação